Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Escrita sem sentido nenhum

É o nome mais justo, porque na verdade não tem sentido nenhum só uma grande vontade de escrever sobre o meu dia a dia, filhos, marido, isto de ser mulher, de estar longe dos meus, das saudades, dos bons amigos, das coisas simples...

Escrita sem sentido nenhum

É o nome mais justo, porque na verdade não tem sentido nenhum só uma grande vontade de escrever sobre o meu dia a dia, filhos, marido, isto de ser mulher, de estar longe dos meus, das saudades, dos bons amigos, das coisas simples...

29.Set.15

#123 De volta - o balanço

Passada uma semana o balanço nem é mau.

O Francisco resolveu acordar 2x a noite para mamar. Vou tarde para cama e acordo feita zombie.
A Inês ir cedo para cama é o caminho, acorda bem, não refila e conseguimos sair de casa a horas.
O facto da I. ter ficado bem na pré desde do 1º dia foi uma maravilha, percebeu que tem mesmo de ser, que tenho de trabalhar.
O F. a semana passada resolveu não aceitar beber o leite no biberon, no fim de semana insistimos e lá aceitou, menos um stress - não fico no trabalho a pensar que esta cheio de fome, a berrar a espera que eu a sua salvadora chegue para lhe dar de mamar.
Para acabar bem o fim de semana,sai uma gripe cá para casa, para quem? Para mim. Domingo a noite foi animado, enquanto preparava as coisas para 2ª mal me mexia, fui descansar tive febre, dormir foi complicado, ao acordar uma birra da I. e eu sem forças para mover um dedo.

Sobrevivi até sair do trabalho, fui buscar as minhas crias, meti-me na cama com o F. , deixei a I. a ver bonecos com provisões a descrição até a chegada do Luís.

Como não me posso dar ao luxo de ficar doente, hoje sinto-me melhor e a casa já anda ao ritmo normal.

Ainda bem que hoje estive de folga. 
Ontem tive direito a ouvir uma historia contada pela Inês para melhorar, acho que foi esse o remédio especial.


Edna Morais *