Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Escrita sem sentido nenhum

É o nome mais justo, porque na verdade não tem sentido nenhum só uma grande vontade de escrever sobre o meu dia a dia, filhos, marido, isto de ser mulher, de estar longe dos meus, das saudades, dos bons amigos, das coisas simples...

Escrita sem sentido nenhum

É o nome mais justo, porque na verdade não tem sentido nenhum só uma grande vontade de escrever sobre o meu dia a dia, filhos, marido, isto de ser mulher, de estar longe dos meus, das saudades, dos bons amigos, das coisas simples...

27.Fev.18

#212 Dia de chuva

Edna Morais
    Os dias e chuva deviam ser passados sempre em casa, um dia de chuva perfeito é passado de pijama a ver a chuva pela janela, enroscados numa manta no sofá.   Mas infelizmente não são sempre assim, temos de sair de casa, apanhar pingos de chuva frios no pescoço, molhar um bocado os pés, molhar um bocado a roupa porque o casaco não fecha por causa da barriga. Ficar toda molhada quando levas os teus filhos para escola, porque o mais novo não se entende com o guarda chuva e na (...)
05.Set.15

#111 Compras (muito bem ) pensadas!

Edna Morais
Hoje a tarde fomos as compras para os miúdos, umas compras controladas que tinham de ser feitas com peso e medida - imprevistos no orçamento mensal - por isso corremos as capelinhas todas. Lista mentalmente feita, e lá fomos nós.  Primark, Zara , Seaside, H&M, Lefties. Roupa interior e calças para  o Francisco, sapatos e fatos de treino para a Inês, pijamas para os dois.  Resultado: minhas - e as do Luis que ele também se queixa - ricas pernas!!!Vim para casa feliz, (...)
18.Mar.15

#17 Comprar ou fazer? Eis a questão...

Edna Morais
Amanhã é dia do Pai, o 3º que comemoramos cá por casa. Nos anos anteriores optei por fazer uma lembrança com a Inês para ela oferecer ao pai e comprar mais qualquer coisa.  Este ano o tico e o teco estão de férias, não tenho ideias do que poderia fazer e muito menos do que posso comprar. O bom é que como ela esta na creche o pai sempre tem uma surpresa feita por "ela" garantida. A tarde lá vou eu a procura da prenda para dar-mos cá em casa, vamos ver se encontro algo mais (...)